Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser (Autor Desconhecido)

   
AS MAIS LIDAS DO MÊS

♥ O Valor do Colar
Autoria: Autor Desconhecido
 
 

O discípulo visitou seu mestre e disse:

-- Mestre, sou um trapalhão, não valho nada, não sirvo para nada. Que posso fazer para melhorar, e que as pessoas me valorizem?

Ao que o mestre lhe respondeu:

--No momento não posso te ajudar. Preciso antes vender este colar, e poderás me auxiliar vendendo-o. Depois poderei ajudar-te.

O discípulo aceitou a missão, prestando atenção às determinações do mestre:

--Vende o colar pelo melhor preço que conseguires, pois tenho umas dívidas a resgatar, mas não aceites menos que três moedas de ouro.

Apesar de a aparência do colar não ser atrativa, o discípulo, uma vez no mercado, tratou de vendê-lo.

Todos, no entanto, o gozavam quando mencionava a quantidade de moeda que pedia por aquele colar... Mostrou-o a muita gente, que se ria dele. A melhor oferta que conseguiu foi de três moedas, mas de prata. No entanto, ao recordar que o mestre lhe dissera que não poderia vender por menos de três moedas de ouro, rejeitou a oferta.

Depois de tentar vender o objeto e não conseguir, o discípulo, decepcionado, voltou ao mestre:

-- Mestre, sinto muito, mas o máximo que me ofereceram pelo colar foram três moedas de prata. Creio que não posso enganar ninguém quanto ao seu verdadeiro valor.

O mestre escutou e o refutou:

--Certamente, primeiro deves conhecer o verdadeiro valor da jóia. Te peço que regresses ao povoado e mostres o colar ao joalheiro. Pergunte-lhe seu verdadeiro valor, mas não o vendas, por favor. Primeiro regresse aqui com o colar.

O joalheiro examinou o colar e disse ao discípulo:

-- Diga ao teu mestre que posso dar sessenta moedas de ouro pelo colar, se é que ele tem tanta pressa em vendê-lo..

O discípulo correu entusiasmado ao seu mestre para informá-lo da quantidade de moeda que oferecia o joalheiro.

O mestre, sorrindo, ouviu o discípulo, e replicou:

-- Eras como este colar: uma jóia valiosa e única, só que desconhecias o teu verdadeiro valor. Somos nós mesmos quem devemos descobrir quanto valemos. Pretender que os outros o façam é um erro.

Dizendo isso, o mestre guardou o colar, enquanto o discípulo, feliz, o corpo erguido, um novo caminhar, se distanciava.


Indique esta Mensagem
Nome do Destinatário
Seu Nome:
E-mail do Destinatário:
Seu E-mail:
Sua Mensagem:
 
 
 
 

As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que permanecem. (Autor Desconhecido)

 
PUBLICIDADE


 

Copyright © 2004 - 2015
Todos os Direitos Reservados
Palavras do Coração - Mensagens de Otimismo & Auto-Ajuda
Palavras do Coração são palavras escritas por outras mãos, vozes de outras bocas,
lições que a vida nos apresenta e que devem ser verdadeiramente compartilhadas
 
visitantes on-line neste momento no site Palavras do Coração
eXTReMe Tracker
Este site é melhor visualizado em resolução mínima 1280 x 720 (HD) ou superior e navegador Google Chrome, Mozila Firefox ou Internet Explorer 11 ou similar que utilize HTML5